quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Casamento: como mantê-lo nos tempos difíceis?

            
Casamento: como mantê-lo nos tempos difíceis?
Estamos vivendo numa época em que muitos casais lutam para manter seus empregos, suas casas, e seus casamentos. Esses são os momentos em que temos de agarrar-nos um ao outro com uma força grandiosa. Os tempos difíceis passarão, as coisas irão melhorar. Tudo o que temos a fazer é nos manter firmes e seguir em frente juntos.
Muitos anos atrás, compramos uma pequena placa de madeira que achávamos muito engraçada.

Nós ainda a temos, e ela tomou um novo significado várias vezes ao longo da nossa vida juntos. Ela serve como um lembrete bem-humorado de que atravessamos algumas tempestades muito difíceis, e que faremos o melhor para continuarmos assim.
Haverá momentos difíceis na vida de cada casal. Estes tempos podem aproximá-los ou partir seus corações. Se determinarem a si próprios que estão comprometidos um com o outro e com seu casamento, não importam os acontecimentos, não haverá evento difícil algum que o destruirá. A única verdadeira tragédia é um casamento perdido e uma família desfeita.

Aqui estão algumas sugestões para ajudar a passar por tempos difíceis.
Aceite ser confortado, mesmo se você não quiser
Às vezes, quando uma profunda tristeza ou um momento difícil entram em um casamento, um ou outro cônjuge pode colocar uma barreira que destrói a proximidade que desenvolveram. Estresse e tristeza fazem coisas estranhas. Quando você mais precisa de braços amorosos ao seu redor, você pode acabar rejeitando o esforço de seu companheiro em confortar-lhe, e não ser capaz sequer de explicar por que o está rejeitando. Pode ser muito frustrante para a pessoa que está tentando dar esse conforto.
Aceitar abraços e carinho físico

Mesmo que sinta não querer nenhum contato, aceite. O próprio ato de se abrir para um abraço amoroso pode quebrar a barreira e começar a curar um coração partido. Aninhe o outro em seus braços e permita que seu companheiro chore. Se um de vocês não chorar, não critique o que chora, basta manter o abraço, e nunca se acusem mutuamente de indiferença. Abraçar é saudável e traz a cura. É como se a energia do seu companheiro infundisse-lhe forças para continuar, mesmo quando se está em profundo sofrimento.

Cuidem-se
Um notório professor nos contou a história de sua chegada em casa um dia sentindo-se profundamente triste e magoado com o que havia acontecido no trabalho. Ao sentar-se na beira da cama sua esposa lhe perguntou se ele estava bem. Ele sentiu-se incapaz de responder e só conseguia ficar ali sentado e chorar. Sua esposa sentou-se a seu lado segurou-o nos braços, sem dizer uma palavra. Isso foi a melhor coisa que ela poderia ter feito por ele naquele momento. 

Ele contou: "Eu precisava daquele carinho silencioso." Fortalecer um ao outro com abraços de amor e palavras de esperança abençoa seu casamento e sua família. Lembre-se, as coisas vão melhorar.

Abandonar o seu companheiro quando a vida fica difícil é como jogar fora um diamante valioso antes que tenha sido lapidado para alcançar o seu maior brilho. Segurem-se um ao outro através das estações tempestuosas da vida: Quando o céu clarear, vocês terão uma relação mais radiante e bonita do que jamais imaginaram ser possível - uma relação que nunca poderia ter tido toda a profundidade e beleza sem essa luta. É bom lembrar que "o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã." (Salmos 30:5)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.