terça-feira, 20 de agosto de 2013

Quando a relação sexual é com dores



Quando a mulher sente dores durante o ato sexual, as causas podem ser tanto psicológicas quanto físicas. 
Como causas físicas temos as infecções e irritações na vagina, problema de estrutura na área pélvica, ressecamento das paredes vaginais ou infecção das vias urinárias.

 Quando a jovem esposa sente dores logo no início da vida conjugal, pode ser que o seu hímen seja rígido, e deve ser rompido com cirurgia, diminuindo a aflição do casal e problemas futuros, decorrentes desta experiência inicial mal sucedida. 
Entretanto, só um exame ginecológico constatará o problema, pois o hímen pode ser normal e o medo pode estar causando a contração, não permitindo a lubrificação, e conseqüente dificuldade de penetração. Neste caso não se indica cirurgia, que não adianta, e sim psicoterapia.

Segundo Masters e Johnson, a maior parte dos casos de dispareunia reflete problemas psicológicos mais do que físicos, relacionados principalmente com dificuldade de lubrificação vaginal.
 Vários processos orgânicos podem causar este problema, como o uso de anti-histamínicos, vaginite atrófica ou diabetes melito. A maioria dos casos porém, parece estar relacionada com a falta de excitação sexual.

Antes do estudo das causas psicológicas, as possibilidades de causa orgânica devem ser eliminadas. O casal não deve demorar para buscar solução através da orientação médica.
Fonte http://amofamilia.com.br/portal/artigos_detalhe.asp?cod=1838&sessao=19#.UhOkyH_bEwo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.